OL1 - Fascículo 03 - No anfiteatro

Messala combate Nasica sob o olhar do árbitro

IN ARENA

Arena conferta est. Hodie magna pugna est. Liuia et Iulia cruentam pugnam amant. In cauea Colossei bonum locum quaerunt. Liuia amicam uocat: “Messalam uideo!” Et Iulia: “Nasicam quoque uideo!” Messala et Nasica gladiatores sunt. In arenam gladiatores intrant et turbam salutant. Amicae applaudunt.

In arena Messala et Nasica ferociter pugnant. Subito Nasica cadit. Liuia clamat: “Iugula! Iugula!” Sed Iulia: “Mitte! Mitte!” Liuia et Iulia tacent. Caracala turbam spectat et Nasicam adicit. Sine misericordia Messala Nasicam iugulat.

N.B. A sílaba tônica das palavras está destacada em negrito.

LINGVA

3A. Os substantivos nomeiam objetos, ideias e pessoas: cadeira, mesa; virtude, rapidez; João, Maria. Os pronomes substituem os substantivos: “ele”, “ela”, “eles”, “elas” (no lugar de Messala; Lívia; Messala e Nasica; e Lívia e Júlia, respectivamente).

3B. Observe atentamente as frases que se seguem:

1) Messala Nasicam iugulat ® Messala degola Nasica. 
2) Nasica Messalam iugulat ® Nasica degola Messala. 
3) Liuia et Iulia Messalam spectant ® Lívia e Júlia observam Messala. 
4) Nasicam spectatis ® Observais Nasica. 

Do que vimos acima, a que conclusões podemos chegar?

a. Quando Messala ou Nasica estão praticando a ação verbal, i.e., desempenham a função de sujeito da frase, seus nomes assumem as seguintes formas: Messala, Nasica (em latim, essas formas representam o caso nominativo).

b. Quando eles estão recebendo a ação expressa pelo verbo, i.e., desempenham a função de objeto na frase, seus nomes assumem as seguintes formas: Messalam, Nasicam (em latim, essas formas representam o caso acusativo).

c. Quando duas pessoas praticam a ação verbal (e.g. Liuia et Iulia Messalam spectant ® Lívia e Júlia observam Messala), o verbo assume a forma 3p (spectant “observam”). 

d. O caso nominativo desempenha a função de sujeito na frase latina. Se, na frase, não há uma palavra explícita no caso nominativo, identifica-se o sujeito pela desinência verbal (e.g. [Vos] Nasicam spectatis ® [Vós] Observais Nasica). 

3C. Em português, geralmente a ordem das palavras determina o significado da frase: “Messala degola Nasica” significa que Messala pratica a ação verbal (sujeito), e Nasica recebe a ação verbal (objeto).

Mas, em latim, a forma das palavras determina o significado da frase. Quando você vê a palavra “Messala”, qualquer que seja sua posição na frase, você sabe que ela desempenha o papel de sujeito. Quando você vê a palavra “Nasicam”, você sabe que ela desempenha a função de objeto da frase, onde quer que ela apareça. Por isso, a frase “Nasicam iugulat Messala” só pode significar uma única coisa: “Messala degola Nasica” – porque Messala está no caso nominativo (sujeito), e Nasica está no caso acusativo (objeto).

Você pode pôr as palavras da frase acima em qualquer ordem, no entanto elas terão apenas um significado. Mas se você mudar as formas: “Messala” ® “Messalam”; e “Nasicam”® “Nasica”, ou seja, Nasica Messalam iugulat, teremos uma nova frase: Nasica degola Messala.

3D. Substantivos como Messala e Nasica terminam em -a no caso nominativo, pertencendo à 1ª declinação. “Declinar” Messala é indicar as várias formas que esse substantivo pode apresentar. Portanto:

nom.: Messal-a (sujeito da frase)
acus.: Messal-am (objeto da frase)

A maior parte dos substantivos da 1ª declinação pertence ao gênero feminino.

3E. O verbo ser, estar é irregular tanto em português (eu sou, tu és, ele é, etc.) como em latim. Veja abaixo:

Es-se “ser, estar, existir, haver” - infinitivo

Presente do indicativo ativo

1s sum = sou, estou; 2s es = és, estás; 3s est = é, está; 1p sumus = somos, estamos; 2p estis = sois, estais; 3p sunt = são, estão

N.B. O verbo esse também pode significar “haver, existir”. E.g. Romae arena est “Há uma arena em Roma”.

3F. Exercícios

I. Traduza as seguintes frases:

Combate de gladiadores

Messala pugnat .....................................................................
Iulia clamat ...........................................................................
Nasica plorat ........................................................................
Liuia et Iulia saliunt ...............................................................

[clamo, clamare 1 = gritar; Iulia 1f = Júlia; Liuia 1f = Lívia; Messala 1m = Messala; Nasica 1m = Nasica; ploro, plorare 1 = chorar; pugno, pugnare 1 = lutar; salio, salire 4 = saltar]

II. Traduza as seguintes sentenças:

Luta equestre entre gladiadores

Iuliam monent .......................................................................
Messalam uidemus ...............................................................
Nasicam salutatis .................................................................
Liuiam uoco .........................................................................

[Iulia 1f = Júlia; Liuia 1f = Lívia; Messala 1m = Messala; moneo, monere 2 = aconselhar; Nasica 1m = Nasica; saluto, salutare 1 = saudar; uideo, uidere 2 = ver; uoco, uocare 1 = chamar]

III. Traduza os enunciados abaixo:

Entrada dos gladiadores na arena

Nasica Messalam spectat .......................................................
Messala Nasicam iugulat ........................................................
Caracala turbam uituperat ......................................................
turba Caracalam non amat .....................................................

[amo, amare 1 = amar; Caracala 1m = Caracala; iugulo, iugulare 1 = degolar; Messala 1m = Messala; turba 1f = multidão; Nasica 1m = Nasica; non adv. = não; Sempronia 1f = Semprônia; specto, spectare 1 = observar; uitupero, uituperare 1 = repreender]

IV. Traduza as seguintes frases:

A fera está na arena

fera est fessa ...........................................................................
Messala, auriga non es ............................................................
agricola non sum .....................................................................
nautae sumus ..........................................................................

[agricola 1m = agricultor; auriga 1m = auriga; fera 1f = fera; fessa 1f = exausta; Messala = Messala; nautae = marinheiros; non adv. = não; sum, esse v. ir. = ser, estar]

V. Traduza as seguintes sentenças:

Luta de gladiadoras

in arena bestia est ....................................................................
in arena non sunt agricola et nauta ...........................................
in arena femina est ..................................................................

[agricola 1m = agricultor; bestia 1f = animal; et conj. = e; femina 1f = mulher; in arena = na arena; nauta 1m = marinheiro; non adv. = não; sum, esse v. ir. = ser, estar, existir, haver]

3G. Traduza os seguintes provérbios:

Fortuna est caeca. (Cícero) .........................................................
[caeca 1f = cega; Fortuna 1f = Fortuna (deusa); sum, esse = ser, estar]

Immodica ira creat insaniam. (Sêneca) .........................................
[creo, creare 1 = gerar; immodica 1f = desmedida; insania 1f = loucura; ira 1f = ira]

Debemus iram uitare. (Sêneca) ....................................................
[debeo, debere 2 = dever; ira 1f = ira; uito, uitare 1 = evitar]

Fama et sententia uolant. (Virgílio) ...............................................
[et = e; fama 1f = boato; sententia 1f = pensamento; uolo, uolare 1 = voar]

Multam pecuniam deportat. (Cícero) ............................................
[deporto, deportare 1 = levar; multa 1f = muito; pecunia 1f = dinheiro]

2H. Para aprofundar:

I. Textos

Casos do latim. Clique AQUI.

Casos da 1ª declinação. Clique AQUI.
Presente do indicativo de sum, esse "ser, estar". Clique AQUI.
Jogos de palavra cruzada - 1ª declinação. Clique AQUI AQUI.

II. Vídeos


Nominativo e acusativo singular da 1ª conjugação

Verbo sum, esse (1min06s a 1min34s)

CVLTVRA

I. Textos

Coliseu de Roma - Wikipédia. Clique AQUI.
O que foi o Coliseu de Roma. Clique AQUI AQUI.
Gladiadores: os craques da Antiguidade. Clique AQUI.

II. Vídeos



Coliseu

Gladiadores

GABARITO

3F.


I. Messala luta - Júlia grita - Nasica chora - Lívia e Júlia saltam

II. aconselham Júlia - vemos Messala - saudais Nasica - chamo Lívia
III. Nasica observa Messala - Messala degola Nasica - Caracala repreende a multidão - a multidão não ama Caracala
IV. a fera está cansada - Messala, não és um auriga - não sou agricultor - somos marinheiros
V. há um animal na arena - não há um agricultor e um marinheiro na arena - existe uma mulher na arena

3G.


A Fortuna é cega.

A ira desmedida gera a loucura.
Devemos evitar a ira.
A Fama e o pensamento voam.
(Ele) leva muito dinheiro.

BIBLIOGRAFIA

AGUIAR, Joaquim Luís Mendes de; RIBEIRO, Roberto Gomes. Gramática de língua latina. 3. ed. [S.l.: s.n.], 1925. Disponível em: http://www.ime.usp.br/~ueda/br.ispell/latim.html. Acesso em: 13 jul. 2010.

JONES, Peter. Learn latin. Londres: Duckworth, 2006.

WHITAKER, William. Words: latin-to-english & english-to-latin dictionary. [S.l.: s.n.], 1997. Disponível em: http://ablemedia.com/ctcweb/showcase/wordsonline.html. Acesso em: 18 jan. 2010.

DÚVIDAS

Registrar a pergunta nos comentários.

OFICINA DE LATIM 1 OFICINA DE LATIM 2 ANTERIOR PRÓXIMO

Nenhum comentário: