OL2 - Fascículo 04 - Queda de Jerusalém

Queda do templo de Jerusalém

Salue, amice:

Neste fascículo, na seção lingua, vimos, nas quatro conjugações regulares, dois novos tempos verbais: o supino e o pretérito perfeito do indicativo passivo.

Na seção cultura, observamos como foi a queda do templo de Jerusalém, bem como as peculiaridades dos governos das províncias romanas.

Desafio:

Traduza o texto abaixo e destaque: a) as formas verbais do pretérito perfeito do indicativo passivo, indicando-lhes as seguintes categorias: pessoa, número, tempo, modo e voz; b) as frases em que aparecem verbos no supino:

Cícero proferindo as Catilinárias

CICERO ET CATILINA

Primo ante Christum natum saeculo, Roma in magno periculo fuit. Nam Catilina, summo loco natus, contra senatum magistratumque coniurauit et sui socii euersum rem publicam Romanam incitati sunt.

Tum Cicero consul senatum Romanum coniurationem Catilinae ostensum conuocauit: “Senatores, Catilina rei publicae perniciem parat. Pigri fuistis. Quid cessatis in dies? Olim senatus in officiis fidus et seuerus fuit. Saepe ab initio diei usque ad meridiem uel ad uesperum de re publica consultauit et res arduas superauit. Etiam hodie populus auxilium ex senatu sperat. Cur dubitatis pro patria, pro liberis, pro aris pugnare? Parati este copias Catilinae mecum fugatum!”

Deinde Catilina a senatu damnatus est. Paulo post exercitus Romanus cum Catilina in planitie Etruriae acie decertauit. Dies Catilinae ater fuit. Ita Cicero rem publicam magno periculo liberauit.

Vocabularium

[Cicero, Ciceron- 3m = Cícero...]


Para aprofundar:

Lingua


Supino



O cerco a Jerusalém

Templo de Jerusalém destruído pelos romanos

Roma antiga: Vespasiano e Tito (clique na imagem)

Muro das lamentações (PT) Queda de Jerusalém (PT) - Cerco a Jerusalém (ES) - Erupção que destruiu a cidade de Pompeia durante o governo do imperador Tito (PT) - Diáspora judaica (PT) - O cerco a Jerusalém (PT) - Judeus versus Romanos (PT) - Que tal ler o texto original de Josefo sobre a guerra entre judeus e romanos (PT)

Vale.

Nenhum comentário: