Amores, de Ovídio - ES

Amores

Sob o título genérico de “Amores”, engloba-se uma coleção de cinquenta poemas que Ovídio (42 a.C – 17 d.C.) compôs em verso elegíaco e que, mesclando o humor e o tom intimista, situaram-lhe em seguida como um dos principais poetas do gênero. Obra que alcançou uma extraordinária popularidade e longevidade ao longo dos séculos, alguns de seus principais motivos (o triunfo do amor, o amor como milícia, a figura do alcaguete, a promessa de não voltar a apaixonar-se, entre outros) chegaram a transformar-se em “topos” da literatura amorosa ocidental.

Clique abaixo:

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=6689

Nenhum comentário: