Fábulas, de Fedro - ES

Fábulas de Fedro

Em uma linguagem coloquial, e com característico tom familiar que os atores de comédia empregavam, as Fábulas do escravo trácio Fedro (15 a.C – 55 d.C) introduziram em Roma o gênero tratado previamente com grande êxito pelo grego Esopo. Mediante o recurso a alusões veladas e referências metafóricas, o autor se dedica à sátira social e critica certos comportamentos e situações injustas: nelas, segundo a convenção do gênero, os animais falam e relatam suas aventuras de forma jovial, mas a moral final serve para recordar ao leitor que um propósito sério e didático subjaz ao relato.

Clique abaixo:

http://books.google.com/books?id=feeD5pOtTWIC&pg=PA249&dq=fedro+fabulas&hl=pt-BR&ei=jIjgTOn8CIK88gbL95GvDw&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=6&ved=0CEQQ6AEwBQ#v=onepage&q&f=false

Nenhum comentário: