Marcial - PT

Marcial

Marcial (Marcus Valerius Martialis) (c. 40-103/104 d.C.). Um dos maiores epigramatistas da literatura latina.

Nascido em Bílbilis na Hispânia Tarraconense, filho de Valerius Fronto e Flaccilla, Marcial mudou-se para Roma por volta de 64 d.C., onde recebeu o apoio de seus conterrâneos Lucano e Sêneca. Não alcançou prosperidade financeira, embora seu círculo viesse a incluir Juvenal, Quintiliano e Plínio Jovem. Por meio de seus escritos e de uma brilhante capacidade de bajular as mais poderosas figuras de seu tempo, ele se tornou cliente de dois imperadores, Tito e Domiciano. Quando Domiciano foi assassinado em 96 d.C., Marcial, temendo cair em desgraça junto a Nerva, retornou à Hispânia, onde permaneceu até sua morte.

Marcial escreveu mais de 1.500 poemas, ou Epigrammata, coligidos em 14 livros, incluindo o Liber spectaculorum (Livros dos espetáculos), composto em 80 d.C. para coincidir com a inauguração do Coliseu, Xenia e Apophoreta, ambos publicados em 84-85 d.C., catálogos de poemas destinados a acompanhar presentes e alimentos durante as Saturnais. Entretanto, Marcial é mais conhecido por seus 12 livros de epigramas, publicados entre 85 e 103 d.C. Os temas abordados nessas obras são tão diversos quanto a própria vida – amizades, perdas e, por vezes, obscenidades. Marcial imprimiu fortes cores em seu estilo e demonstrou ter um grande poder de observação.

Fonte: MARCIAL. In: BUNSON, M. Encyclopedia of the Roman Empire. New York: 2002. p. 353-354.

Nenhum comentário: