O papa Francisco e o método Assimil - PT

 

O papa Francisco é definitivamente uma personagem incomum. No Salão do Livro de Paris (2014), em que a Argentina foi a convidada de honra, recebemos a visita de um escritor que nos contou como Francisco teve de aprender latim ... com o método Assimil.

Há dez dias ocorre o Salão do Livro de Paris, em Port de Versailles. Durante o dia de domingo, visitamos um escritor argentino, Alfonso Lecher, de francês perfeito e grande amante do método Assimil. Alfonso tem outra peculiaridade: é amigo de infância de Jorge Mario Bergoglio, que é ninguém menos que... o papa Francisco. Alfonso nos contou como, num período em que o futuro papa era segurança de uma boate (ofício exercido para financiar seus estudos em química), Bergoglio, depois de uma violenta briga, tinha perdido a consciência. "Jorge sofreu um ferimento na cabeça e, depois de alguns dias no hospital, eu o recebi em casa durante sua recuperação", diz Alfonso Lecher. "Quando ele começou a ficar melhor, ele percebeu que já não sabia uma só palavra de latim (isso acontece às vezes após um trauma grave como o que ele tinha sofrido). Então, como eu tinha o livro Latim sem esforço, da editora Assimil, eu o emprestei, e ele mergulhou nesta obra ansiosamente. De alguma forma, ele deve ao método Assimil sua (re)aprendizagem do latim!".

O papa Francisco junta-se à longa lista de personalidades (Jean Marais, Maurice Chevalier, Eugène Ionesco, Kirk Douglas, Niels Arestrup...) que aprenderam uma língua com o método Assimil. Temos de admitir que estamos muito orgulhosos desta referência.

Fonte: http://blog.assimil.com/le-pape-francois-a-reappris-le-latin-avec-assimil

Nenhum comentário: