Por que Roma desabou? - PT

Invasões bárbaras

Era o fim. A fumaça e o fogo se espalharam pelo campo de batalha, e logo se misturou no ar um cheiro de suor, sangue e corpos queimados. Os cadáveres de 20 mil soldados romanos, dos 30 mil que haviam participado da luta, se espalhavam inertes pelo chão. O imperador Valenciano, que pessoalmente comandara o embate, também desapareceu naquele dia, 9 de agosto de 378, sem deixar vestígios. De acordo com relatos de sobreviventes, ele foi queimado vivo pelo inimigo. Os godos tinham vencido de maneira espetacular. O episódio, um divisor de água na história de Roma, ficou imortalizado como a Batalha de Adrianópolis (que aconteceu na região da atual Turquia). Nunca mais o mundo seria o mesmo. Cem anos depois, entraria em colapso a maior força política e militar de todos os tempos, o Império Romano do Ocidente – seu território se estendia da Itália ao norte da África e ao Oriente Médio.

Leia a matéria completa aqui.

Construindo uma cidade antiga: Roma - ES

Roma antiga

Curia Confoederationis Helveticae - LT

Curia Confoederationis Helveticae
[Parlamento da Confederação Helvética (Parlamento suíço)]

A vida em Roma antiga - PT



Um retrato do cotidiano da primeira megalópole.

Clique aqui.

Familia Romana: capitulum tricesimum quintum - LT